O guia necessário para transformar a casa na escola

O papel dos pais na aprendizagem dos filhos tem ganho uma grande importância. Cuidar, planear, organizar e acompanhar são alguns dos pontos que os pais devem ter em conta para ultrapassar o desafio com sucesso.

Este ano letivo foi atípico. A escola veio para dentro de casa, as aulas são dadas online e os pais reforçaram os seus papéis de professores e explicadores ao mesmo tempo que faziam tudo o que lhes competia: trabalhar, cozinhar, limpar e arranjar forma de entreter os mais novos.

Trazer a disciplina da escola para casa pode ser uma dificuldade e foi a pensar nisso que a Ordem dos Psicólogos publicou um guia prático para pais e cuidadores enfrentarem esta altura mais complicada. Ao implementar este guia vai conseguir facilitar todos os anos letivos quando chega a hora de estudar.

De acordo com o guia, existem quatro pontos que deve ter na sua cabeça desde o início: cuide de si, planeie e organize uma nova rotina e acompanhe o estudo dos seus filhos. Nunca se esqueça que acompanhar não é estudar por eles e isso é um ponto que deve ter muito assente.

A melhor forma de as crianças ou adolescentes se sentiram apoiados é perceberem que os pais têm todas as informações necessárias para superar este desafio. Assim, é importante que se mantenha calmo e que tenha expetativas realistas no que diz respeito à produtividade.

Com crianças em casa não pode esperar trabalhar muitas horas por dia porque elas vão precisar de muita atenção. Já com adolescentes, é importante que seja flexível na gestão do trabalho. Caso existam períodos de sesta aproveite para compensar algumas horas de trabalho. Uma das opções pode passar por definir um limite de horas de trabalho por noite, não descurando as horas de descanso necessárias.

Outro dos pontos essenciais é perceber que não está sozinho e que todos os pais pelo mundo fora estão a passar pela mesma situação. Por isso, não exija demasiado de si ou das crianças. Também deve ter em mente que não é professor. Como tal, como pai deve ajudar os seus filhos a aprender e a regular o estudo da forma mais autónoma possível.

Para facilitar este processo deve organizar uma rotina que conjugue o estudo e o lazer. Assim, deve construir com os seus filhos um horário semanal que tenha tempo dedicado ao estudo, ao lazer, ao relaxamento e até às redes sociais. Não se esqueça que o fim de semana deve ser dedicado, principalmente, ao descanso e ao lazer.

Definam momentos de pausa. Não é possível mantermo-nos sempre concentrados e, por isso, é importante intercalar os momentos de estudo com momentos de descontração. Outro das medidas que deve ter em conta é que o estudo deve estar enquadrado com a rotina da família. Tente encontrar o ritmo e horários certos para a sua família, definindo as horas mais e menos produtivas.

Um dos pilares essenciais para que tudo corra da melhor forma é promover o estudo autónomo das crianças e, por isso, é importante lembrar-se que qualidade não é quantidade. Não faça uma lista grande difícil de cumprir. Defina objetivos para ser possível consolidar conhecimentos antes de passar para novas aprendizagens.

Promova competências de organização e estudo. Faça, juntamente com os seus filhos, uma lista de tarefas escolares e extracurriculares para garantir que mantêm o foco. Estabeleça objetivos elevados, mas realistas e elogie os sucessos e as conquistas do seu filho. Quando, por outro lado, as coisas não correrem tão bem, deve ajudá-lo a descobrir como pode superar essa dificuldade.

Sabemos que a tarefa não vai ser fácil, mas com o guia prática vai transformar os momentos complicados em sucessos que o vão deixar mais descansado no final do dia.