Mas afinal, existe ou não uma hora certa para treinar?

Hora certa para treinar

Se já fica difícil saber que treinos fazer, pior ainda é decidir a altura do dia. Manhã, tarde ou noite…há mesmo uma altura ideal? É o que vamos descobrir.

É segunda-feira de manhã, o despertador toca e a primeira coisa que faz é levantar-se e ir correr? Se há quem inveje este tipo de força de vontade matinal, há também quem se recuse a acordar cedo e opte pelo meio, ou final, do dia para pôr os treinos em prática. E afinal, qual destas alturas do dia é a perfeita para praticar exercício físico?

De acordo com a National Sleep Foundation, treinos de cardio – como a corrida, bicicleta ou elíptica – ou de alta intensidade e força são mais eficazes quando feitos logo pela manhã. E porquê? Porque este tipo de atividade vai aumentar a temperatura corporal, ajudar a aliviar o stress e, ainda, contribuir para uma noite de sono de sucesso.

Por outro lado, há estudos que indicam a tarde como a altura certa. Isto porque, ao contrário da hora em que acordamos – durante a qual os nossos músculos ainda se encontram frios -, a meio do dia a nossa temperatura corporal já aumentou. E maior temperatura corporal dá origem a tempos de reação mais rápidos, batimento cardíaco e pressão arterial mais baixos, aumentando, assim, a eficácia do treino e diminuindo o risco de lesões.

Quanto à noite, esta quase nunca é referida como a altura ideal. Principalmente se o treino consistir em exercícios muito exigentes – fator que poderá vir a afetar a hora do sono. No fundo, em vez de ajudar a gastar energias e a fazer com que a facilidade em dormir aumente, treinar à noite pode provocar o efeito contrário, aumentando os níveis de stress e energia.

Seja como for, tudo vai depender de pessoa para pessoa. Não só as pessoas são todas diferentes, como os respetivos corpos e organismos. A altura ideal para treinar não existe. Ou, pelo menos, não é igual para toda a gente. Assim, uma boa forma de saber qual é a melhor altura para si é mesmo ao testar. Experimente treinar numa destas alturas do dia e veja como o seu corpo reage.

Se não é uma pessoa das manhãs, deixe os treinos para a tarde. E se, por outro lado, é mesmo no período da noite que se sente mais produtivo, então opte por exercícios mais leves e que contribuam para o relaxamento dos músculos. No fundo, o grande truque é arranjar uma forma de implementar o treino na sua rotina de uma maneira natural, sem que ele seja um problema na sua agenda. De manhã, à tarde ou à noite, o importante é mesmo não deixar de exercitar o seu corpo!